Quarta-feira, 24 de Maio de 2006
Portefólio versus Dossier

 Bernardes, Carla; Miranda, Filipa Bizarro (2004), Portefólio – Uma Escola de Competências, Porto, Porto Editora.

As autoras fazem uma boa distinção entre portefólio e dossier, que nos permite ver que o último não é tão proveitoso como elemento guia do percurso de aprendizagem dos alunos. Se conseguirmos implementar o uso de portefólios em vez de dossiers na nossa actividade, certamente tornaremos o ensino-aprendizagem um momento de partilha e enriquecimento mútuo.

 

A distinção entre portefólio e dossier é esclarecedora

 

Portefólio

Dossier

Dá conta do percurso de aquisição de competências do aluno.

Os trabalhos não representam o percurso do aluno.

Os elementos a inserir são escolhidos em função das metas estipuladas.

Os elementos a inserir nem sempre são escolhidos em função das metas estipuladas.

Os elementos a inserir são escolhidos de acordo com critérios predeterminados e acordados entre aluno e professor.

Os alunos não conhecem critérios de selecção ou, então, só os fazem corresponder aos “melhores trabalhos”.

Os elementos a inserir representam as competências adquiridas pelos alunos.

Os elementos a inserir não representam necessariamente as competências adquiridas pelos alunos.

Os elementos são recolhidos de forma regular.

Os elementos são compilados de modo esporádico e não contínuo.

Os trabalhos contêm comentários dos professores e dos alunos.

Os trabalhos, em geral, não contêm comentários dos professores e dos alunos.

O aluno faz reflexões e estabelece objectivos, desafios e estratégias.

O aluno não faz reflexões nem estabelece objectivos, desafios ou estratégias para a sua aprendizagem.

Os elementos escolhidos são sempre datados.

Os trabalhos raramente são datados.

Há uma ligação entre os trabalhos.

Não há uma ligação entre os diferentes trabalhos.

É um documento de avaliação em constante reformulação.

É um arquivo morto.

O aluno guarda o seu portefólio e é responsável por ele, podendo servir-se dele ao longo da aprendizagem.

O professor ou a escola podem guardar o dossier que, rapidamente, menosprezam e/ou esquecem.

Um abraço e bom trabalho.

 

 

 



publicado por Paulo Alves às 13:40
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

Em jeito de balanço...

Um texto interessante sob...

Plataforma moodle

Sítio Inter Escolas

Plataforma moodle

Escola Secundária de Póvo...

Webquests - um mundo a de...

Portefólio versus Dossier

Portefólio? Porta-fólio? ...

Fotografias da minha terr...

arquivos

Julho 2006

Maio 2006

Março 2006

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds